Sobre

Informações Gerais sobre o Projeto “Iniciação à Docência e o uso de Tecnologias”

          O Projeto “Iniciação à Docência e o uso de Tecnologias” é um dos 34 subprojetos que compõem o Projeto Institucional PIBID/UNEMAT submetido e aprovado através do Edital 061/2013 do Programa Institucional de Bolsa de iniciação à Docência – PIBID com uma equipe local composta por um coordenador de área da universidade, 3 supervisores e 18 bolsistas de iniciação à docência. O projeto está previsto para ser desenvolvido no período de Março/2014 a  Fevereiro/2018 e está vinculado ao Curso de Licenciatura em Matemática do Campus Universitário de Sinop em parceria com a Escola Estadual Nilza de Oliveira Pipino, o Centro Educacional Lindolfo José Trieweiller e o CEJA – Benedito Sant’Ana da Silva Freire, todas localizadas no Município de Sinop/MT.

Resumo do Projeto “Iniciação à Docência e o uso de Tecnologias”

          O curso de Licenciatura em Matemática tem por objetivo, formar professores de Matemática para atuar no ensino Básico previsto na atual legislação da escolaridade brasileira. Embora o egresso do curso possa atuar também no Ensino Superior, bem como ocupar posições no mercado de trabalho fora do ambiente acadêmico em áreas onde a Matemática possa ser utilizada de modo essencial, o foco principal do curso é a docência no Ensino Básico.

         Dessa forma, a formação do futuro profissional da área de Matemática tem que ser ampla e pautada em uma perspectiva interdisciplinar, focada no desenvolvimento de uma postura investigativa da formação pedagógica e através da formação técnica, para que proporcione condições para uma atuação competente e reflexiva no que concerne sua prática docente.

          Neste subprojeto, o objetivo principal é estabelecer ações que possam contribuir com a melhoria da qualificação do futuro professor voltada para a utilização de novas tecnologias em sala de aula e também, contribuir para o aprendizado dos alunos da escola parceira. Tais ações, deverão apresentar-se como um “elo” entre a Escola envolvida e a Universidade.

         Buscaremos proporcionar uma aprendizagem em Matemática fazendo o uso de videoaulas como ferramenta pedagógica por acreditar que, em uma mesma aula, com uma videoaula bem elaborada, os alunos terão acesso a conteúdos teóricos e suas aplicações, além de poder interagir com colegas e professor, fomentando discussões sobre o que se busca aprender, já que a exposição dos conceitos teóricos poderá ser otimizada.
A linguagem audiovisual através da videoaula desenvolve múltiplas atitudes perceptivas nos alunos. Estas atitudes perceptivas exigem do aluno uma constante imaginação e ainda, reinvestem na afetividade ou seja, aluno lê o que pode visualizar, precisa ver para compreender. De forma resumida, lê, vendo.  
Entretanto, para que a produção e aplicação de videoaulas de Matemática tenham êxito, torna-se necessária a execução de ações que venham dar um significado do seu papel no contexto escolar de forma efetiva onde, os acadêmicos bolsistas devam conhecer a programação dos conteúdos matemáticos a serem estudados em cada período do ensino básico bem como o PPP da escola parceira, além das metodologias de ensino sugeridas. Além disso, devem fazer o estudo dos Parâmetros Curriculares Nacional e das Diretrizes Curriculares dos cursos de Licenciatura em Matemática uma vez que encontrarão toda orientação necessária para o desenvolvimento de suas ações enquanto educador.
Nas reuniões previstas ao longo da execução do projeto, serão realizadas discussões com os professores supervisores e alunos bolsistas sobre os resultados de suas observações, visando desencadear um processo de reflexão sobre as práticas que potencializam o ensino de Matemática, buscando alternativas para sua melhoria e para o desenvolvimento do pensamento Matemático.

Ações do Projeto “Iniciação à Docência e o uso de Tecnologias”

Ação 1: Construção do SubprojetoDurante a construção da proposta deste subprojeto, buscamos estabelecer ações que pudessem contribuir com a melhoria da qualificação do futuro professor voltada para a utilização de novas tecnologias em sala de aula, além de beneficiar o estudante do Ensino Básico a partir das experiências e aprendizagens vivenciadas com o desenvolvimento do subprojeto.Ação 2: Socializações do Suprojeto

Consiste em apresentar o subprojeto à escola parceira, aproximando os professores da escola, com a perspectiva  de desenvolver atividades que valorizem o trabalho coletivo voltado para um processo de ensino aprendizagem claro e objetivo.

Ação 3: Planejamento e organização das ações

Buscaremos planejar as atividades estabelecendo conexões entre elas de modo que, a organização das atividades das ações propostas será realizada a partir do trabalho pedagógico desenvolvido pela coordenação de área, supervisores e bolsistas.

Ação 4: Promover Orientações

Orientar a construção das atividades relativas a elaboração de seminários, grupos de estudo, produção de videoaulas, acompanhamento de avaliações e metodologias para realização de oficinas e aulas de apoio de matemática.

 Ação 5: Acompanhamento de avaliações

Acompanhar, avaliar e articular semanalmente, todas as atividades que forem desenvolvidas pelo subprojeto atendendo os parâmetros institucionais do PIBID.

 Ação 6: Seminários de conteúdos relativos ao objeto de estudo  e de teorias de aprendizagem

Nesta ação, realizamos estudos sobre teorias de aprendizagem behavoristas e cognitivas da obra “Teorias de Aprendizagem” cujo autor é o professor Marcio A. Moreira. A partir destes estudos, apresentaremos seminários buscando associar a teoria estudada com as práticas pedagógicas inerentes às demais ações deste subprojeto sendo: a produção de videoaulas, execução das oficinas para capacitar docentes do Ensino Básico e aulas de apoio de Matemática para estudantes do Ensino Básico. Tais seminários contribuirão para ampliar as possibilidades metodológicas durante a execução de tais ações. Realizaremos ainda, estudos e seminários de conteúdos matemáticos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental. Para o Ensino Médio, serão estudados conteúdos e questões do ENEM.

 Ação 7: Criação de Grupos de Estudos

Desenvolver estudos de conteúdos matemáticos do Ensino Básico, contextualizando-os numa abordagem mais ampla, estimulando a criatividade e a curiosidade para um aprendizado efetivo.

  Ação 8:  Promover estudos do Projeto Político Pedagógico do Curso de Licenciatura em Matemática da UNEMAT – Campus de Sinop e dos Projetos Político Pedagógico – PPP das escolas parceiras, com o intuiro de realizar ações colaborativas   que articulem os conhecimentos adquiridos durante a formação docente do licenciando na universidade com a dinâmica das escolas.

 Ação 9: Produção de videoaulas para o Ensino Básico

Para a produção de videoaulas, os bolsistas e professores supervisores do Ensino Básico receberão treinamento de forma a criar um espaço de interação que fomente discussões no âmbito tecnológico e educacional. Consistirá de 3 fases: apresentação de softwares (o trabalho será desenvolvido no sistema operacional Windows e os softwares a serem utilizados ou são gratuitos ou são livres); Estudo detalhado de tutoriais dos softwares utilizados; Produção e edição de videoaulas (conteúdos de Matemática do Ensino Básico e questões do ENEM).

 Ação 10: Realização oficinas para capacitar docentes do Ensino Básico na produção e edição de videoaulas

Serão realizadas oficinas para capacitar docentes do Ensino Básico na produção e edição de videoaulas, onde o professor do Ensino Básico, poderá através das videoaulas, vivenciar processos participativos de compartilhamento de ensinar e aprender, por meio de uma comunicação mais aberta, de motivação constante, integrando possibilidades em uma mesma aula num processo dinâmico e amplo de informação.

 Ação 11: Ministrar aulas de Apoio de Matemática para os alunos da escola envolvida utilizando as videoaulas produzidas como material pedagógico

Consiste em inserir os alunos bolsistas na prática docente. As aulas de Matemática ministradas pelos bolsistas serão realizadas através de: Aulas de apoio de Matemática do 6º ao 9º ano do Ensino Básico utilizando videoaulas; Aulas de apoio de Matemática, abordando questões do ENEM na forma de curso preparatório para os estudantes do 1º ao 3º ano do Ensino Médio utilizando videoaulas como material de apoio.

  Ação 12: Participações em reuniões e eventos 

Participar de eventos institucionais do PIBID, de IES formadoras da docência e da divulgação científica. Proposição de atividades desafiadoras aos participantes do subprojeto que os impulsionem a realizar pesquisas, fazer descobertas e, ao mesmo tempo, motivá-los a refletir sobre a necessidade de fazer de suas ações educativas um processo de busca, de reflexão e reconstrução da prática docente. Além disso, o coordenador de área, supervisores e bolsistas deverão participar de reuniões para tratar de assuntos técnicos e pedagógicos que visem fomentar novas metas e ajustes em ações executadas.

 Ação 13: Politica de avaliação

Avaliar semestralmente as ações do projeto a partir do desenvolvimento das ações e práticas e criar indicadores de avaliação e acompanhamento das ações do subprojeto no sentido de orientar as novas práticas e propor intervenções.

 Ação 14: Produções acadêmicas científicas 

Produzir para publicação dos trabalhos desenvolvidos no decorrer da execução do subprojeto e apresentar as produções científicas de modo a divulgar os resultados do subprojeto em eventos científicos.

 Ação 15: Sistematizações de dados

Escrever os relatórios do subprojeto e  relatórios institucionais.

Resultado de imagem para fale conosco icone

 
E-mail: pibid.matematicasinop@unemat-net.br 
vera@unemat-net.br
Telefone:  (66)999656164